Ser Autor Home Favoritos Feed


quarta-feira, 27 de maio de 2009

NATUREZA FERIDA


Gotículas cantam
Tristemente,
Pegadas grudam
No solo,
O calor te ruiu
Gravemente,
Agora,
Tenta alcançar
Teu pólo.

Não há tempo
Para despir,
Varal inundado,
Vestes a cair.

O vento
Intrigante,
Tirou
O arco-íris do ar;
Sei...
Estás ferida,

A poluição
Estonteante,
Sepultou
Um pedaço do mar;
Agora,
Tenta perturbar
Tua vida.

Autora: Lena Casas Novas

repercussão:
Poesia Incessante
Bar do Escritor
Manufatura

Um comentário:

Cades Subprefeitura da Sé disse...

Por falar em calor, quero compartilhar com todos um detalhe que notei nesta semana. No centro de São Paulo não há bebedouros para pássaros. Essa semana tivemos temperaturas altas e clima seco. Os pássaros na praça da Biblioteca Monteiro Lobato estavam com bico entreaberto de sede e observei que não havia alternativa para que obtivessem água...

Pequenas ações começam ao nosso redor, e a partir de nós. Se você tiver condições, afixe um bebedouro na sua varanda ou quintal, ou converse com o administrador do parque próximo à sua residência e convença-o a ter bebedouros para os pássaros.

Por um mundo melhor para todos,

Paz

Nilda Leite

Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin