Ser Autor Home Favoritos Feed


sábado, 30 de janeiro de 2010

Cosméticos

Sabia que em média, um adulto usa cerca de 9 produtos de cosmética e higiene pessoal diariamente, expondo-se a cerca de 126 químicos diariamente.
Um terço de todos os produtos de cosmética e higiene pessoal contêm um ou mais ingredientes classificados como possíveis carcinogénicos. O uso de produtos cosméticos está documentado desde a antiguidade. Contudo, nunca como hoje houve tantos produtos à nossa disposição. Conheça um pouco melhor aquilo que se esconde atrás do marketing.

Todos os dias somos invadidos por uma diversidade de produtos de higiene pessoal e de beleza, embora nos prometam bem-estar, nem sempre é essa a realidade, isto porque grande parte dos seus ingredientes são sintéticos, e alguns deles produtos podem interferir na nossa saúde.
Suspeita-se que estas substâncias perturbam o sistema imunitário, nervoso e hormonal, para além de poderem afectar o desenvolvimento do feto.
Por isso é importante que tenhamos conhecimento das substâncias que são usadas nos produtos que utilizamos diariamente.

E uma forma sucinta vou descrever algumas destes químicos.
Perfumes: são a principal causa de alergias, sobretudo nas crianças, podemos encontrar no produto final cerca de 100 químicos.

Ftalatos: o seu uso nos cosméticos incluem, entre outros, serem solventes, flexibilizarem os filmes formados nas unhas ou no cabelo, e facilitarem a absorção na pele. Podem-se encontrar em sprays para o cabelo, perfumes ou esmalte de unhas.

Parabenos: usados como conservantes em desodorizantes, produtos hidratantes e ainda em comida (recheios para bolos, cerveja e marmelada). Suspeita-se que podem interferir com o sistema hormonal, e um deles (propylparaben) pode alterar as funções reprodutivas masculinas (diminui a produção do esperma)

Triclosan: antibacteriano usado em desodorizantes, produtos de higiene bucal e de lavagem vaginal, sabões líquidos e roupas. Pode converter-se em dioxinas (substâncias cancerígenas) em algumas condições, e é tóxico para o ambiente aquático. A legislação europeia limita a quantidade de triclosan por produto cosmético (um 0,3% de composição máxima autorizada)
*
AHAs: ou alfa-hidroxi ácidos, usados como exfoliantes, hidratantes e suavizantes. A sua capacidade de “pelar” a capa mais exterior da pele deu-lhe fama como rejuvenescedor, ainda que depois de ser comercializado durante algum tempo nos USA tenha surgido uma conjunto alargado de denuncias sobre os seus efeitos adversos. Não se sabe o que pode causar a longo prazo mas, devido às suas características, suspeita-se que pode aumentar a sensibilidade ao sol, provocando o envelhecimento da pele e incrementando o risco deste tipo de cancro.
*
BHT (Butilated hydroxytoluene): são essencialmente usados como conservantes e antioxidantes. Estão identificados como possíveis alergénios e estão relacionados a eventuais efeitos comportamentais, problemas de reprodução e não são permitidos em comida para bebés.
*
Tolueno: encontrados em lacas e vernizes para unhas, podendo os seus efeitos ser particularmente preocupantes para pessoas que lidem com produtos desta natureza com regularidade. É irritante para a pele e tóxico para o sistema nervoso central, os olhos, o fígado e os rins.


Consulte sempre as listas de ingredientes dos produtos que costuma usar.
Alguns ingredientes a evitar:
Sodium laurly(eth) sulphate
Paraben (methyl, butyl, propyl, ethyl)
Óleos hidrogenados
Petroleum olis,tais como petrolatum, mineral oil ou líquid parafin
Diethanolamine (DEA) Monoethanolamine(MEA) Triethanolamine(TEA)
Cocamidopropryl Betaine Thimerosal
Fragrance ou Parfum
Propylene e butylene glycol

3 comentários:

Movimento Natureza disse...

Oi, tudo bem?

Nao sabia disso nao. Muito interessante.

Boa semana

Mimirabolante disse...

Temos que ter cuidado com tudo !!!!!

Dumazzoni disse...

Adorei o blog já estou seguindo,quando tiver um tempinho vista meu blog.Um abraço!

Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin